Postagens

Mostrando postagens de Maio 19, 2010

Como seriam as adaptações da vida aos exomundos

Imagem
Até agora, apenas Gliese 581 d surge como um exoplaneta candidato a se falar em vida extraterrestre. Todos nós nos lembramos do furor inicial que recaiu sobre Gliese 581 c, o qual sabemos agora que se parece mais com um Vênus massivo que qualquer outra coisa, tendo em vista sua proximidade em relação a estrela hospedeira, a anã vermelha Gliese 581. IMAGEM: Ilustração feita por John Schoenherr do exomundo Mesklin de Hal Clement, capa da edição de 1960 do romance de ficção cientifica Mission of Gravity. Poderia alguém capturar a essência de uma história melhor do que o notável Schoenherr?
A gravidadeEnquanto isso, Gliese 581 d orbita nos limites da região externa da zona habitável Refinando os cálculos da órbita de Gliese 581 d, descoberto em 2007, os astrônomos confirmaram a sua presença dentro da zona de habitação de Gliese 581, onde a água liquida pode existir. O diagrama acima mostra os planetas do Sistema Solar (na barra superior) comparando suas distancias com os exoplanetas de Glie…

Canal marciano visto pela sonda Mars Express

Imagem
Esta imagem foi obtida no dia 15 de Janeiro pela Câmara de Alta Resolução (HRSC) da sonda Mars Express da ESA. Quando obteve esta imagem, a Mars Express encontrava-se numa órbita em torno do planeta vermelho a uma altitude de 273 km. A área coberta corresponde a cerca de 100 km. Na imagem pode-se ver um canal que se deverá ter formado devido à passagem, em tempos atrás, de água corrente. Esta foi uma das evidências apresentadas recentemente pela Agência Espacial Europeia para corroborar a ideia de que deverá ter existido água na superfície de Marte. Neste momento encontram-se dois robôs da NASA na superfície de Marte em busca de mais indícios que possam indicar condições favoráveis à existência de vida no planeta vermelho.  Crédito: ESA/DLR/FU Berlin (G. Neukum).

Johannes Kepler

Imagem
Johannes Kepler (1571 – 1630) foi um astrônomo e filósofo alemão, que ficou famoso por formular e verificar as três leis do movimento planetário conhecidas como as leis de Kepler. Ele nasceu do dia 27 de dezembro de 1571, em Weil der Stadt, em Württenberg, e estudou teologia e ciências exatas na universidade de Tübingen. Ali foi influenciado por um professor de matemática, chamado Michael Maestlin, partidário da teoria heliocêntrica do movimento planetário desenvolvida, inicialmete, pelo astrônomo polonês Nicolau Copérnico. Kepler aceitou imediatamente a teoria de Copérnico ao acreditar que a simplicidade da ordem planetária tinha de ter sido o plano de Deus.

Em 1594, quando Kepler foi embora de Tübingen e foi para Graz, Áustria, elaborou uma hipótese geométrica complexa para explicar a distância entre as órbitas planetárias (órbitas que eram, erroneamente, consideradas circulares). Posteriormente, Kepler deduziu que as órbitas dos planetas são elípticas. Kepler propôs que o sol exerc…

Nikolaus Sulzenauer nos mostra um panorama da Galáxia da Baleia

Imagem
Panorama da galáxia da Baleia capturada pelo Hubble e processada por Nikolaus Sulzenauer. Clique na imagem para ver a versão em alta resolução. A galáxia da baleiaNGC 4631 é uma belíssima galáxia espiral que pode ser vista lateralmente a apenas 30 milhões de anos luz da distância. Devido ao seu formato ligeiramente distorcido e sua aparência peculiar ganhou o apelido de galáxia da Baleia. As nuvens de poeira interestelares escuras e os jovens e brilhantes aglomerados de estrelas azuis embeleza esta imagem colorida panorâmica. O formato (faixa) da NGC 4631 não só parece com o formato da nossa Via Láctea como seu tamanho, da mesma forma, é idêntico ao da nossa galáxia. A NGC 4631 é também conhecida pela emissão em raios-X a partir de seu halo de brilhante gás aquecido. A galáxia da Baleia se espalha por aproximadamente 140.000 anos-luz e pode ser vista com um pequeno telescópio na região da constelação dos Cães Caçadores (Canes Venatici). Crédito:Dados: Hubble Legacy Archive, ESA, NASA

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...