Postagens

Mostrando postagens de Agosto 16, 2010

Galáxia Misteriosa

Imagem
Essa imagem, foi feita pela Advanced Camera for Surveys do Hubble, não é apenas uma linda foto da galáxia NGC 4696, a maior galáxia no Aglomerado de Centauro. A NGC 4696 é uma galáxia elíptica com uma grande diferença: uma imensa linha de poeira, com aproximadamente 30000 anos-luz de comprimento, varre toda a extensão da galáxia e pode ser observada em determinados comprimentos de onda, estranhos filamentos finos de hidrogênio ionizado são vistos como efeitos sutis do centro brilhante da galáxia. A galáxia também é circundada por muitas galáxias anãs. Observando a NGC 4696 nos comprimentos de onda óptico e infravermelho próximo com o Hubble é possível ter então essa linda e dramática visão da galáxia. Mas de fato, uma boa parte de todo o caos que acontece no interior da galáxia não pode ser visto nessa imagem. No coração da galáxia, um buraco negro supermassivo está soprando jatos de matéria em velocidade próxima da velocidade da luz. Quando observada no comprimento de onda dos raios-X…

Quasar PKS 1127-145

Imagem
Esta imagem de raios-X de PKS 1127-145, um quasar situado a cerca de 10 mil milhões de anos-luz de distância da Terra, mostra um enorme jato de raios-X que se estende por mais de 1 milhão de anos-luz para lá do quasar. Pensa-se que este jacto deverá ter a sua origem numa colisão entre eletrões de alta energia e fotões de microondas. Estes eletrões deverão ter sido originados devido à intensa actividade existente devido a gás em rotação em torno de um buraco negro super-maciço. A extensão do jato e a existência de várias zonas de diferente intensidade ao longo dele sugerem que esta intensa atividade é de longa duração e intermitente. Fonte:portaldoastronomo.org

Fábrica Estelar M17

Imagem
Esculpida por ventos estelares e radiação, a fábrica estelar conhecida como Messier 17 situa-se a uns 5500 anos-luz de distância na constelação rica em nebulosas de Sagitário. Àquela distância, este campo de visão com 30 minutos de arco cobre quase 50 anos-luz. Ventos estelares e luz energética de estrelas quentes e massivas formadas no stock de gás cósmico de M17 esculpiram lentamente o material interestelar que resta produzido pela sua aparência cavernosa e formas ondulantes. As cores nesta espectacular imagem foram seleccionadas para realçar a luz emitida por elementos específicos na nebulosa excitada pela luz estelar energética. O vermelho indica emissão de enxofre, o verde hidrogénio e o azul oxigénio. M17 é também conhecida como Nebulosa Omega ou Nebulosa do Cisne. Crédito: Ignacio de la Cueva Torregrosa Fonte:Astronomia On Line

Galáxia do Catavento

Imagem
NGC 5457 ou M101, popularmente conhecida como Galáxia do Catavento, é uma galáxia espiral localizada a cerca de vinte e sete milhões de anos-luz (aproximadamente 8,278 megaparsecs) de distância na direção da constelação de Ursa Maior. Possui entre cento e setenta e duzentos mil anos-luz de diâmetro, uma magnitude aparente de 7,5, uma magnitude absoluta de -21,6, uma declinação de +54º 20' 55" e uma ascensão reta de 14 horas 03 minutos 12,4 segundos. A galáxia NGC 5457 foi descoberta em 27 de Março de 1781 por Pierre Méchain e faz parte de um grupo de pelo menos nove galáxias, o grupo de galáxias M101 que inclui as galáxias M51 (NGC 5194), NGC 5195 (companheira de M51), M63 (NGC 5055), NGC 5474, NGC 5585, NGC 5204, NGC 5238, NGC 5477, UGC 8508, UGC 8837, UGC 9405 e, logicamente, NGC 5457.
Nesta galáxia foram descobertas três supernovas:
* SN 1909A - 26 de Janeiro de 1909 * SN 1951H (tipo II) - Setembro de 1951 * SN 1970G (tipo II) - 30 de julho de 1970 Créditos:mensageirodasestrelas…

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...