Postagens

Mostrando postagens de Agosto 13, 2012

Empresa holandesa prepara para 2023 viagem a Marte... só de ida

Imagem
Empresa quer mandar pessoas a Marte antes da Nasa.Foto: AFP
A partir de 2023 turistas poderão viajar a Marte com passagem de ida simples, que será financiada com a cobertura da aventura, promete uma empresa holandesa, enquanto o veículo-robô Curiosity da Nasa (a agência espacial americana) faz as primeiras explorações no planeta vermelho. "A conquista de Marte é a etapa mais importante da história da humanidade", disse à AFP Bas Lansdorp, engenheiro mecânico de 35 anos que criou a empresa "Mars One", decidido a prosseguir com sua ideia, apesar do ceticismo dos especialistas. Uma particularidade do projeto é que, por enquanto, não haverá viagem de volta, impossível do ponto de vista técnico, explicou Bas Lansdorp. O empresário avalia o custo da viagem em US$ 6 bilhões, mais de duas vezes os US$ 2,5 bilhões da missão da sonda Curiosity, que posou em Marte em 5 de agosto para investigar se o entorno do planeta foi propício à vida microbiana no passado.
A seleção de astr…

Astronomia: descoberta de Deimos completa 135 anos

Imagem
Deimos seria mais parecida com asteroides do que com outras luas do Sistema SolarFoto: Nasa/ESA/Divulgação
Neste domingo, enquanto a sonda Curiosity explora o solo marciano e investiga a possibilidade de vida no planeta vermelho, completam-se 135 anos de uma grande descoberta: em 11 de agosto de 1877 (no horário dos Estados Unidos, dia 12 no GMT), o astrônomo americano Asaph Hall identificou o primeiro satélite natural de Marte, denominado Deimos. Uma semana depois, ele descobriria o segundo satélite, Fobos. A presença de satélites naturais suscitou a ideia de que poderia existir vida naquele planeta, hipótese remota que o robô da Nasa tenta averiguar agora. Para o astrônomo Fernando Roig, do Observatório Nacional, do Rio de Janeiro, a descoberta dos satélites Deimos e Fobos foi muito significativa na época e gerou bastante expectativa na comunidade. "Até então, apenas os planetas gigantes gasosos tinham luas conhecidas orbitando em volta deles, além da Terra, claro. Marte tornou-…

Nasa resolve mistério de foto tirada por robô Curiosity em Marte

Imagem
Mancha misteriosa (esq.) desapareceu em outra imagem.Foto: Nasa/Divulgação A Nasa identificou a misteriosa mancha que apareceu em uma foto enviada pelo robô Curiosity logo após o pouso em Marte, concluindo que se tratava do impacto no solo da nave que transportou o veículo. Desde segunda-feira, a foto intrigava cientistas e entusiastas da astronomia e começava a ser motivo de especulações. Todos se perguntavam sobre a pequena mancha, similar a uma nuvem de poeira, que apareceu no horizonte marciano em uma foto enviada pelo Curiosity logo após o pouso em Marte, às 05h31 GMT de segunda-feira (02h31, hora de Brasília). Nesta sexta-feira, durante entrevista coletiva celebrada no Laboratório de Propulsão a Jato (JPL, na sigla em inglês), da Nasa em Pasadena (Califórnia, oeste), que controla a missão do Curiosity, um dos cientistas assegurou que a nuvem não era numa mancha na lente da câmera ou uma nuvem de poeira, como arriscaram alguns observadores. Tratava-se, disse, do impacto no solo da…

Buracos negros escondidos no Universo

Imagem
Galáxia NGC 1068 - Chandra A galáxia NGC 1068 ou M77 é mostrada a seguir com um buraco negro ativo em seu núcleo. Astrônomos ao estudarem galáxias extremas semelhantes no infravermelho descobriram que o material que obscurece o núcleo pode estar localizado sobre uma região estendida, e não confinado em uma área pequena. No centro da maioria das galáxias, incluindo a nossa Via Láctea existe um buraco negro supermassivo. O material que cai no interior do buraco negro aquece e pode irradiar de forma dramática, por vezes, também impulsiona a ejeção de jatos bipolares de partículas carregadas. Nesses chamados núcleos galácticos ativos (AGN) observou-se dois aspectos: brilhante, gás quente movendo-se rapidamente com características de emissão de poeira, ou poeira de absorção com modesto deslocamneto de gás.
De acordo com o modelo "unificado" do AGN, essas e a maioria das outras variações na aparência são principalmente devido ao ângulo em que uma galáxia e seu motor central são vis…

A Parede da Cratera Gale Em Marte

Imagem
Crédito da imagem: NASA /JPL-Caltech /MSSS Essa imagem colorida feita pelo veículo robô Curiosity da NASA mostra parte da parede da Cratera Gale, a local em Marte onde o veículo robô pousou em 6 de Agosto de 2012. Essa imagem é na verdade parte de um mosaico maior de alta resolução feito a partir de imagens obtidas pela Câmera Mast do Curiosity. Essa imagem da parede da cratera está ao norte do local de pouso, ou arrás do veículo. Nessa imagem pode-se ver uma série de vales formados pela erosão causada pela água que entrou na Cratera Gale vinda de fora. Essa é a primeira visão que os cientistas tem de um sistema fluvial, relacionado a algum rio ou a algum fluxo, na superfície de Marte. Conhecidos e estudados desde o começo da década de 1970 pelas missões Viking da NASA, essas redes datam do período da história marciana quando a água fluía livremente pela superfície. O principal depósito canalizado visto aqui lembra uma estrada suja subindo uma montanha, que estão na verdade na parede n…

Destino Monte a Sharp em Marte

Imagem
Crédito da imagem: NASA /JPL-Caltech /MSSS Essa imagem colorida feita pelo veículo robô Curiosity da NASA mostra o lado sul do local de pouso do veículo em Marte, em direção ao Mount Sharp. Essa imagem, é na verdade, parte de um mosaico maior, de alta resolução e colorido gerado a partir de imagens obtidas pela Câmera Mast do Curiosity. A imagem acima fornece uma visão geral dos eventuais alvos geológicos que o Curiosity irá encontrar nos próximos dois anos, começando com um campo formado por rochas espalhadas, uma superfície coberta por cascalhos, um campo de duna escura se estendendo para mais distante no campo de visão. Para além dessas feições localizam-se as camadas e mesas formadas por rochas sedimentares do Mount Sharp. As imagens do mosaico foram adquiridas pela Mastcam de 34 milímetros durante um período de aproximadamente 1 hora no dia 9 de Agosto de 2012, sendo que cada uma das imagens tem 1200 x 1200 pixels.Na versão principal, as cores registradas não são modificadas daquel…

A Precisão dos Pousos em Marte: Uma Perspectiva Histórica

Imagem
Crédito da imagem: NASA/ JPL-Caltech/ ESA A imagem acima ilustra como o pouso de sondas em Marte tem se tornado cada vez mais preciso com o passar dos anos. Desde o primeiro pouso em Marte de um módulo da NASA ocorrido em 1976 pela Viking, as regiões designadas como alvo de pouso, ou as elipses de pouso, têm diminuído. Melhorias na navegação interplanetária aperotu as elipses de pouso entre os anos de 1997 (Pathfinder) e 2008 (Phoenix). O veículo robô Curiosity usou essas melhorias, em adição a um sistema de hipersônico de entrada guiada, similar aos usados pelos astronautas que retornavam à Terra nas missões da Apollo, para reduzir ainda mais o tamanho da elipse e pousar um pouco ao norte dos taludes do Mount Sharp. A área da elipse de pouso do Curiosity tem somente sete por cento do tamanho da até então melhor elipse de pouso já gerada que foi a da Phoenix. Essa técnica de realizar uma entrada guiada também permitiu pousar em Marte o veículo mais pesado já levado até o Planeta Vermel…

Cientista provou a existência de placas tectônicas em Marte após 40 anos de estudos .

Imagem
Depois de quase 40 anos, cientista conseguiu provar a existência de placas tectônicas no planeta vermelho. Um estudo recente publicado por An Yin na revista Lithosophere revela a origem dos Valles Marineris – o maior sistema de depressões encontrado no sistema solar, formado por rifteamento que removeu massa da superfície.  A pesquisa de Yin agora consegue mostrar que a superfície terrestre não é a única que está sujeira às forças descomunais das placas tectônicas.
Yin, que trabalha na Universidade de Los Angeles, fez a descoberta por meio da análise de centenas de imagens retiradas pelo satélite espacial Themis, da NASA. Ele conseguiu confirmar a hipótese comparando exemplos geológicos descobertos no Himalaia, Tibet e Califórnia – locais únicos em que grandes placas tectônicas na Terra se encontram.  Um bom exemplo é o Death Valley na Califórnia, uma área com uma série de falésias que foram formadas por uma falha geológica. Yin foi capaz de comparar estas estruturas com outras de uma …

Astrônomos possuem 99% de certeza da existência de matéria escura circulando o Sol .

Imagem
Os cientistas dizem que possuem 99% de certeza: “O Sol é cercado por matéria escura”, fenômeno proposto pela primeira vez em 1930 por astrônomo suíço. Fritz Zwicky, que sugeriu a teoria há décadas, acredita que aglomerados de galáxias foram preenchidos com uma misteriosa matéria escura, que os invadiu completamente. Quase no mesmo período, Jan Oort, pesquisador holandês, descobriu que a densidade da matéria próxima do Sol era quase duas vezes maior, o que poderia ser explicado pela presença de ‘grande volume de gás’.  Entretanto, ainda hoje, o mistério em torno da prova da existência da matéria escura continua e, além disso, precisamos saber onde está localizada.
 Uma equipe internacional liderada por pesquisadores da Universidade de Zurique desenvolveu uma nova teoria – e construiu uma simulação da Via Láctea para testar seu método de medição de massa antes de aplicá-lo em dados reais. Eles descobriram que as técnicas utilizadas ao longo dos últimos 20 anos foram tendenciosas, sempre …

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...