Postagens

Mostrando postagens de Março 4, 2013

Físicos chegam mais perto da quinta força fundamental da natureza

Imagem
As interações spin-spin de longo alcance (linhas na imagem) permitem que os elétrons (pontos vermelhos) na superfície “sintam” os elétrons no interior da Terra
Mistérios do universo nunca para. Apesar do tão sonhado bóson de Higgs ter sido, aparentemente, finalmente encontrado, os cientistas agora estão no encalço de outra partícula que pode estar ligada a uma nova força fundamental da natureza. Um estudo do Amherst College e da Universidade do Texas, em Austin, ambos nos EUA, está usando a própria Terra como laboratório para detectar partículas elusivas que podem comprovar a existência de uma “quinta força” fundamental no universo. Essa nova força deve operar além das quatro forças fundamentais familiares aos físicos: gravidade, eletromagnetismo, força nuclear forte e força nuclear fraca. Ela deve permitir que partículas subatômicas “sintam” umas às outras em distâncias extremamente grandes. A nova força carrega o que é chamado de interação spin-spin de longo alcance. Interações spin-…

Milionário planeja primeira missão tripulada a Marte em 2018

Imagem
Dennis Tito, primeiro turista espacial da história, quer enviar um casal para uma viagem de ida e volta, de 501 dias, ao Planeta Vermelho, 12 anos antes da Nasa Simulação de cápsula que levará turistas espaciais a Marte em 2018 (Divulgação/Inspiration Mars) 2018 deverá ser o ano em que a humanidade chegará a Marte. Nesta quarta-feira, o multimilionário americano Dennis Tito, primeiro turista espacial da história (em 2001, ele pagou 20 milhões de dólares para passar sete dias no espaço a bordo de uma nave russa), anunciou a "Inspiração Marte", nome da primeira missão tripulada da história ao Planeta Vermelho. O lançamento está previsto para o dia 5 de janeiro de 2018, e a viagem terá duração de 501 dias, entre ida e volta. Nesta época, o alinhamento das órbitas de Marte e Terra diminui a distância entre os dois planetas. "Este périplo histórico de 501 dias, com um sobrevoo do planeta vermelho a menos de 160 quilômetros de altitude, é po…

Uma análise sobre as viagens interestelares e suas imensas distâncias

Imagem
Certo dia o site de um jornal de grande circulação em São Paulo publicou a notícia da descoberta de um exoplaneta: o GJ667Cc. Situado na constelação de Escorpião, o astro está a 22 anos-luz da Terra. Curioso é que, entre os comentários dos leitores, muitos alegavam que uma viagem até lá “levaria 22 anos”. Será? Em primeiro lugar, é preciso entender que ano-luz não se trata de uma referência ao tempo consumido em eventuais viagens espaciais. Segundo a União Astronômica Internacional (UAI), ano-luz é o período em que a luz atravessa no vácuo durante um Ano Juliano (365,25 dias). Logo, trata-se de uma medida de comprimento usada para simplificar gigantescas distâncias entre a Terra e corpos celestes. Cada ano-luz corresponde a 9.460.730.472.580,8 quilômetros de distância. Entretanto, é muito comum vê-la ser “arredondada” para 10 trilhões de quilômetros.  Isso porque o termo ano-luz é mais difundido em publicações não segmentadas em ciências que na própria comunidade astronômica.…

Lua de Saturno produz tempestades tropicais assim como na Terra

Imagem
Saturno é um planeta gasoso, composto principalmente por hidrogênio, e é o segundo maior planeta do Sistema Solar, depois de Júpiter. Ele é conhecido desde 1610 quando Galileu conseguiu observá-lo pela primeira vez. Este planeta tem um número elevado de satélites naturais, até agora 61 já foram descobertos. Dentre todas as luas de Saturno, Titã é a maior, cujo diâmetro é de aproximadamente 5.280 quilômetros, sendo maior que o planeta Mercúrio. Além disso, esse satélite natural possui características interessantes para os cientistas planetários, como por exemplo, a existência de água líquida a uma profundidade consideravelmente pequena de sua superfície, e também a existência de uma atmosfera rica em metano, o que se assemelha em muito com a atmosfera primitiva da Terra. A superfície de Titã possui temperatura máxima de - 180°C, entretanto é possível que haja ciclones tropicais próximo ao seu pólo norte. Esta informação parece estar totalmente equivocada, ou ao menos, não …

Telescópios gigantes serão construídos em busca de oxigênio em exoplanetas

Imagem
A incógnita sempre existiu! O ser humano se pergunta: Estamos sós no Universo?
Os cientistas se dividem sobre o tema, mas não há relato científico que comprove vida extra-terresetre. Pelo menos até agora! Telescópios construídos no Chile estão sendo utilizados para uma função que não havia sido planejada: detectar oxigênio em outros planetas.A vida no planeta Terra, tal qual conhecemos, seria inconcebível sem a presença do oxigênio, componente indispensável para organismos dos mais simples aos mais complexos, desde bactérias aeróbias, plantas ou mamíferos – com exceção das bactérias anaeróbicas. Estes telescópios têm a capacidade de investigar a luz que passa pela atmosfera de exoplanetas, destrinchando e observando minuciosamente a composição de alguns gases presentes na atmosfera de cada um deles. Tudo isto com base nas substâncias que absorvem faixas de comprimento de ondas específicos. No entanto, não são sensíveis o suficiente para “explorar” em planetas pequenos e rochosos. O pes…

Matéria escura: Estamos cada dia mais próximos de descobrir a verdade

Imagem
Novas notícias sobre esta surpreendente forma que ainda não foi comprovada, de fato. Especulações teóricas não faltam para definir a matéria escura, no entanto, só agora cientistas obtêm dados relevantes que podem corroborar com mais resultados significativos esclarecendo melhor este fenômeno. Algumas teorias físicas sugerem que a matéria escura é feita de WIMPS – Partículas de Massa de Interação Fraca – um tipo de partícula semelhante à sua própria antimatéria. Quando os pares de matéria e antimatéria se encontram, elas se destroem, o que leva a concluir que se duas partículas WIMPS se colidem; elas são aniquiladas, gerando um rebento, uma partícula filha que é composta de um elétron e sua contraparte de antimatéria, o pósitron. O Espectrômetro Magnético Alfa é a ferramenta capaz de detectar os pósitrons e os elétrons decorrentes da aniquilação da matéria escura na Via Láctea. O aparelho instalado na Estação Espacial Internacional custou 2 bilhões de dólares e já observou …

Estrutura desconhecida em buraco negro surpreende cientistas

Imagem
Estudando um incomum buraco negro, astrônomos viram uma estrutura desconhecida no disco de matéria que rodeia o objeto. Swift J1357.2, um sistema binário de raios-X que emite regularmente explosões de alta energia, consiste de um buraco negro que lentamente está consumindo uma estrela companheira. A matéria da estrela é atraída pelo buraco negro, e antes de ser devorada, o orbita. E enquanto estudavam esse processo, os cientistas observaram uma incomum estrutura na vertical, viajando através da matéria. O buraco negro contido em Swift J1357.2 é um dos milhões de buracos negros estelares que pontilham a Via Láctea. Com cerca de três vezes a massa do Sol, o gigante provavelmente se formou após o colapso de uma estrela solitária. O objeto está localizado na constelação de Virgem, cerca de 4.900 anos-luz de distância. A estrela orbita o buraco negro a cada 2,8 horas, um dos períodos orbitais mais curtos já registrados. O buraco negro suga material da estrela e o coloca em seu di…

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...