Postagens

Mostrando postagens de Novembro 8, 2013

Uma nebulosa planetária em Cassiopeia

Imagem
O fraco objeto HFG1, também conhecido como PK 136+05, é uma nebulosa planetária muito velha de um ano-luz ou mais de diâmetro, localizada na constelação norte de Cassiopeia. Foidescoberto em 1982 por Heckathorn, Fesen e Gull, daí o seu nome. Apesar do seu nome, nebulosas planetárias não têm nada a ver com planetas. O nome de nebulosas planetárias surgiu no século 18 por causa da semelhança visual entre algumas nebulosas planetárias circulares e os planetas Urano e Netuno, quando vistos através de pequenos telescópios ópticos. As nebulosas planetárias representam o estágio final da vida de uma estrela de tamanho médio como o nosso Sol. Ao consumir o último do combustível em seu núcleo, a estrela que está morrendo (colapso de um gigante vermelho para uma anã branca) expele uma grande parte do seu envelope exterior. Este material , em seguida, torna-se aquecido pela radiação do remanescente estelar e irradia, produzindo nuvens brilhantes de gás que podem mostrar estruturas complexas, devi…

10 Objetos não-planetários do nosso sistema solar

Imagem
O espaço é incrível, não há como discutir isso. O espaço tem mais maravilhas do que você poderia imaginar, e algumas delas estão bem no nosso quintal. 10. O asteroide com uma lua A lógica dita que qualquer coisa menor do que um planeta não tem a força gravitacional para manter uma lua em sua órbita, mas nem sempre esse é o caso. 243 Ida que o diga, um asteroide que tem apenas 30 km de diâmetro. Ida tem uma pequena lua chamada Dáctilo o orbitando, com apenas 1,6 km de diâmetro. É o primeiro sistema binário de asteroides que encontramos e o único que fizemos um sobrevoo suficientemente perto para conseguir imagens nítidas. 09. Io Se há algum mundo que te lembra o inferno, este mundo é Io, lua de Júpiter. Io tem mais atividade vulcânica do que qualquer corpo em nosso sistema solar. Esta atividade geológica é causada pelas forças de maré intensas entre Io e Júpiter, que constantemente puxam e esticam a lua. As erupções de Io podem ser enormes, revestindo mais de 30 quilômetros quadrados de ma…

Asteroide com seis caudas assombra cientistas

Imagem
Imagem do Hubble mostra o asteroide P/2013 P5, que surpreendeu cientistas por ter caudas, como um cometa Foto: AFP
Umestranho asteroide que parece ter múltiplas caudas giratórias foi detectado pelo telescópio espacial Hubble, da Nasa, entre Marte e Júpiter, anunciaram astrônomos nesta quinta-feira. Ao invés de se parecer com um pequeno ponto de luz, como a maioria dos asteroides, este tem meia dúzia caudas de poeira parecidas com as dos cometas, similares aos raios de uma roda, reportaram os cientistas no periódico Astrophysical Journal Letters. É difícil de acreditar que estamos olhando para um asteroide", disse o principal pesquisador, David Jewitt, professor do Departamento de Ciências da Terra e do Espaço na Universidade da Califórnia em Los Angeles.
"Ficamos assombrados quando o vimos. Surpreendentemente, as estruturas de sua cauda mudam dramaticamente em apenas 13 dias à medida que libera poeira", acrescentou. O objeto foi denominado P/2013 P5, e os astrônomos acre…

Você pode recuperar um objeto que caiu em um buraco negro?

Imagem
Os buracosnegros têm uma reputação justificadamente aterrorizante. Se você deixar cair suas chaves lá dentro, as esqueça, porque elas sumiram. Mas um buraco negro pode se “lembrar” do que ele comeu? Será que podemos reconstruir um objeto que nele caiu? Em outras palavras, a informação de um objeto é totalmente perdida quando ele é engolido por um buraco negro?  Só entender a questão em si exigirá um pouco de abstração, e uma boa quantidade de contexto. Mas vamos começar com alguns lembretes úteis sobre buracos negros.
Buracos negros e a entropia

Os buracos negros – ou pelo menos os não-rotativos – são objetos extremamente simples. Eles têm um ponto de não retorno, chamado horizonte de eventos, uma singularidade incompreensível no centro, e estruturalmente, é só. Qualquer coisa, até mesmo a luz, se ultrapassar o horizonte de eventos, mesmo que por um instante, não terá mais volta. Mas você é o que você come. O mesmo pode ser dito de um buraco negro? De acordo com a relatividade geral, exi…

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...