Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 13, 2013

Conheça oito mistérios sobre origem da Lua

Imagem
“Será a Lua uma nave espacial oca enviada para orbitar a nossa Terra num passado pré-histórico?” — Don Wilson, A nossa misteriosa nave espacial Lua. A Lua é a característica mais dominante do nosso céu noturno e inspira tanto deslumbramento como mito desde a Antiguidade. Embora as últimas décadas tenham proporcionado novos entendimentos sobre muitos mistérios lunares, um grande número de questões sobre este satélite natural permanece sem resolução. Habituamo-nos a este planetóide branco que orbita a Terra a cada 28 dias como uma parte importante do mundo natural. Quando começamos a analisar as qualidades físicas deste familiar vizinho muitos detalhes sugerem que a Lua pode não ser de todo natural. A Lua foi fabricada?! De onde surgiu esta ideia absurda? Foi pela primeira vez sugerido nos anos 60 pelos cientistas russos, Mijail Vasin e Alexander Shervakov, e foi mais tarde apoiada por outros pesquisadores e colegas intrigados por esta hipótese. Esta é composta por 8 princípios que procu…

Gás nobre e último elemento da vida são detectados no espaço

Imagem
A primeira detecção de um gás nobre no espaço foi registrada na nebulosa do Caranguejo, uma supernova que explodiu no ano 1054.[Imagem: NASA/ESA/Alison Loll/Jeff Hester]
GÁS NOBRE NO ESPAÇO

Estudando o que restou de explosões cósmicas gigantescas, conhecidas como supernovas, duas equipes de astrônomos anunciaram duas descobertas marcantes na edição desta semana da revista Science. A primeira descoberta é histórica, sendo a primeira vez que se detecta uma molécula contendo um gás nobre no espaço. A segunda foi o rastreamento da formação do elemento fósforo, um dos seis elementos essenciais para a vida como a conhecemos. Mike Barlow e seus colegas da Universidade College de Londres usaram o telescópio espacial Herschel para analisar as características espectrais da nebulosa do Caranguejo. O que eles estavam estudando são os restos de uma estrela, que tinha de 8 a 16 vezes a massa do Sol, e que explodiu por volta do ano 1054. A equipe encontrou sinais do hidreto ionizado de argôni…

A última grande chuva de meteoros do ano

Imagem
Geminídeas fotografadas no Kitty Peak, Arizona, em 2010, por David Harvey
Para quem precisa de uma desculpa para ficar acordado até mais tarde hoje, aqui vai: na madrugada de sexta para sábado temos o ápice das geminídeas, uma das mais prolíficas chuvas de meteoros de periodicidade anual. Ela emana da constelação de Gêmeos, quando a Terra atravessa a órbita do asteroide Faetonte — um objeto um tanto quanto estranho. Com cerca de 5 km de diâmetro, ele tem uma órbita bastante oval, que o leva bem perto do Sol. A julgar só pelos parâmetros orbitais, ele mais parece um cometa de curto período do que um asteroide. “Há até quem desconfie que ele se trata de um núcleo extinto de cometa”, afirma Gustavo Rojas, astrônomo da Universidade Federal de São Carlos. Núcleo extinto é o que sobra dos cometas depois que todo o gelo contido neles evapora e só sobram materiais rochosos. Seja o que for o Faetonte, fato é que ele passa perto do Sol, se esfarela e deixa um monte de pequenos detritos ao longo …

Escuridão do Espaço - Por que o Espaço é Escuro?

Imagem
Porqueo espaço é escuro? Uma questão, que parece simples, porém é realmente muito difícil de responder! É uma pergunta que muitos cientistas ponderaram por muitos séculos – incluindo Johannes Kepler, Edmond Halley, e médico-astrônomo alemão Wilhelm Olbers. Há duas questões que temos que considerar aqui, vamos começar é pela primeira e mais simples delas: Por que o céu é azul durante o dia aqui na Terra? Essa é uma pergunta que podemos responder facilmente. O céu diurno é azul porque a luz das moléculas próximas ao sol bate na atmosfera da Terra e é espalhada em todas as direções. A cor azul do céu é um resultado deste processo de espalhamento. À noite, quando essa parte da Terra está de costas para o Sol, o espaço parece negro porque não existe uma fonte próxima brilhante de luz, como o Sol, para ser espalhada. Se você estivesse na Lua, que não tem atmosfera alguma, o céu noturno seria negro e o diurno também. Você pode ver isso em fotografias tiradas durante a missão Apollo. Agora vam…

Hubble vê evidências de plumas de vapor de água em lua de Júpiter

Imagem
O Telescópio Espacial Hubble observou vapor de água por cima da frígida região polar sul da lua de Júpiter, Europa, fornecendo a primeira forte evidência de plumas de água em erupção a partir da superfície. Observações UV pelo Hubble mostram o tamanho das plumas de vapor de água produzidas no pólo sul de Europa. Crédito: NASA, ESA e M. Kornmesser Descobertas científicas anteriores, de outras fontes, já apontavam a existência de um oceano localizado sob a crosta gelada de Europa. Os investigadores ainda não têm certeza absoluta que detectaram vapor de água sendo gerado pela erupção de plumas de água na superfície, mas estão confiantes de que esta é a explicação mais provável. Caso observações futuras suportem o achado, isto torna Europa a segunda lua no Sistema Solar a ter plumas de vapor de água. As descobertas foram publicadas on-line na edição de ontem (dia 12 Dezembro) da revista Science Express e anunciadas na reunião da União Geofísica Americana em São Francisco, EUA. "De longe…

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...